Dom Bosco

 

Dom Bosco - Santo Educador

São João Bosco, o Santo dos tempos modernos, tematizou em sua vida o amor a Jesus Cristo para com os menores e jovens empobrecidos. Ele tinha consciência de sua presença eclesial junto a eles.

Quando jovem dizia: “Se eu fosse padre agiria de outro jeito. Gostaria de aproximar-me dos meninos, para dizer-lhes uma boa palavra, dar-lhes bons conselhos. Como seria feliz se pudesse falar um pouco com meu vigário” (MO, 35).

O século XIX, viu despontar no horizonte do cotidiano, este grande homem, este grande Santo – Educador. Foi no norte da Itália, no Piemonte - Becchi, que nasceu, no dia 16 de agosto de 1815, o menino Joãozinho Bosco. Filho de pais camponeses, família profundamente cristã, que tirava da terra o sustento para os seus. Órfão de pai aos dois anos, Joãozinho muito cedo aprende o caminho da maturidade pela superação das dificuldades, tristezas, desafios e renúncias que são os ingredientes na vida de todo ser humano.

Ainda em tenra idade, foi privilegiado pela forte presença do Deus-Amor, que o convoca para uma missão única, específica e razão primordial de toda sua vida: “a Salvação dos Jovens”. Dotado de rica personalidade, soube desenvolver seus dons na fidelidade ao chamado sacerdotal.

Ao longo de seus fecundos 73 anos, 47, de vida sacerdotal salesiana, viveu integralmente para os jovens.  Fez da vida dom para os menos favorecidos e abandonados pela sociedade.

Seu coração paternal vibrava motivado pela paixão educativa, na incansável luta para reconduzir o jovem ao rebanho de Cristo.

Dom Bosco fez-se para todos PASTOR cuidadoso! Com sabedoria, paciência e muita “amorevolezza” empregou todo o seu ser como o “Oleiro”, para refazer o “vaso”, muitas vezes arruinado por uma sociedade marcada pelo egoísmo, ganância e injustiças.

Dom Bosco, universalmente reconhecido como Pai e Mestre da juventude, Educador, segundo o coração de Deus, seja para todos nós hoje, testemunho e acenda em nossos corações a “Paixão pelo Reino”.

 

Fonte: www.salesianas.org.br